A 2 anos do Mundial, Governo diz que obras estão aceleradas

13 de junho de 2012 - 11:40 | Postado por:

A dois anos da Copa do Pantanal, o governo do Estado avalia que o ritmo das obras está acelerado. Interdições e escavações já tiveram início na Capital e os cuiabanos já começaram a ver as obras saírem do papel.

Além das obras da Arena Pantanal e de desbloqueio (intervenções menores), tiveram início intervenções maiores – como na Avenida Miguel Sutil, uma das principais vias da Capital – para a construção de trincheiras e viadutos.

Conheça as principais obras e projetos da Copa 2014:

Arena Pantanal

Com 45% das obras já concluídas, a construção da Arena seque dentro do cronograma, que prevê a entrega da obra para dezembro de 2012.

No entanto, como a Capital ficou de fora das cidades que irão sediar a Copa das Confederações, os engenheiros responsáveis pelas obras pensam em estender o prazo de entrega para julho de 2013, deixando o segundo semestre daquele ano para a realização de testes no local.

A edificação da superestrutura já está avançada e os setores oeste, leste, norte e sul já estão sendo erguidos. O processo de montagem das estruturas metálicas dos dois últimos pavimentos dos setores norte e sul também estão acelerados.

As arquibancadas norte e sul são desmontáveis, permitindo a remoção de 30% dos 43.136 mil assentos do estádio. A diminuição da capacidade do estádio no pós-copa será analisada conforme a demanda real de público para eventos esportivos e culturais.

Corredor Mário Andreazza

Divulgação
Obras na Ciríaco Cândia: trincheira completa Corredor Mário Andreazza

Previsto na Matriz de Responsabilidade, o Corredor é composto de duas obras: a duplicação da Rodovia Mário Andreazza e da ponte sobre o Rio Cuiabá.

Ela faz parte do plano B de locomoção entre aeroporto-arena e aeroporto-rede hoteleira. A obra também servirá para facilitar o acesso ao Centro Oficial de Treinamento (COT) da Barra do Pari, em Várzea Grande.

A primeira grande intervenção de mobilidade urbana foi a duplicação da ponte Mário Andreazza, iniciada em maio do ano passado. A nova ponte já está concluída, faltando apenas a junção entre a estrutura de concreto e a pista da rodovia (encabeçamento). A pista antiga também será recuperada, com aplicação de uma nova camada de asfalto.

Outra obra que integra o corredor é a duplicação da rodovia, intervenção que vem sendo executada em vários trechos, entre a ponte e o Trevo do Lagarto, e que já está com 20% dos serviços executados. Juntas, essa duas obras somam um investimento de R$ 33,5 milhões.

Outras duas obras que o complementam o corredor Mário Andreazza é a Trincheira Mário Andreazza (R$ 5,8 milhões) e a Estrada da Guarita (R$ 29,2 milhões), ambas em andamento.

Travessia Urbana

Divulgação
Interdições na Avenida Miguel Sutil já começaram

As obras de Travessia Urbana serão realizadas com recursos do governo federal, na ordem de R$ 165 milhões. Serão construídos viadutos, trincheiras e elevados, entre outras intervenções viárias, ao longo das três rodovias federais (BRs 364/163/070), que , dentro do perímetro urbano, compreendem as avenidas Fernando Correa, Miguel Sutil e FEB.

Estão em andamento as obras das trincheiras da Jurumirim, Santa Rosa e Verdão, todas na Miguel Sutil, bem como já foi publicado o resultado da licitação para construção do viaduto do Despraiado – que aguarda a liberação da ordem de serviço para ter início.

Também já estão em fase de licitação as obras para a construção do Complexo Viário do Tijucal – que contempla a construção de um viaduto e uma trincheira – e a construção do viaduto da Dom Orlando Chaves, em Várzea Grande.

Divulgação
Aeroporto Marechal Rondon: Módulo Operacional foi entregue em 2011

Aeroporto Internacional Marechal Rondon

Em 30 de novembro de 2011, foi entregue o Módulo Operacional Provisório (MOP) para desembarque dos passageiros do Aeroporto Marechal Rondon, que é a primeira etapa da ampliação do aeroporto visando à copa do Mundo de 2014.

A construção do novo prédio administrativo da Infraero está em andamento e o edital de licitação para a reforma e ampliação do aeroporto deve ser lançado assim que for assinado o convênio com a empresa.

Todo o aeroporto passará por reforma e ampliação, o que deve elevar a capacidade de passageiros para 5,7 milhões ao ano e deverá custar R$ 88,4 milhões.

VLT

O resultado da licitação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) deve sair até a próxima semana. No momento, a Secopa analisa os recursos interpostos pelos consórcios que disputam a concorrência, que segue o Regime Diferenciado de Contratações (RDC).

O VLT deve ser entregue no primeiro trimestre de 2014, faltando apenas três meses para o início do Mundial. Serão aproximadamente 23 Km de extensão, ligando a região do CPA ao Aeroporto, e o bairro do Coxipó ao Centro de Cuiabá.

O governo do Estado tem aprovado um empréstimo de R$ 1,2 bilhão junto ao governo federal para implantação do modal (empréstimo através da Caixa Econômica Federal e BNDES).

Divulgação
Simulação de como será o COT Barra do Pari, em Várzea Grande

Campos Oficiais de Treinamento (COT)

Três locais receberão os Centros de Treinamento: Várzea Grande (COT Barra do Pari), Morada da Serra (COT CPA) e Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT).

O COT Barra do Pari já possui os projetos básico e executivo concluídos e a licitação sairá em breve. O local terá capacidade para 3 mil torcedores.

Já o COT CPA está em fase de elaboração dos projetos e terá capacidade para 1,6 mil torcedores e também será utilizado como centro de ensino e treinamento do Corpo de Bombeiros.

O COT UFMT está com projeto em andamento e o empreendimento será também um importante legado para a maior universidade do Estado.

Desbloqueio

Divulgação
Duplicação da Avenida Juliano Costa Marques para facilitar o tráfego

A Secopa também realiza obras de desbloqueio para criar alternativas de trânsito durante a execução das grandes obras de mobilidade urbana, como o VLT.

Estão em andamento a duplicação da avenida Vereador Juliano Costa Marques, prolongamento da Avenida Jurumirim, construção da ponte sobre o Córrego Gumitá, prolongamento da Rua Eucaliptos e uma nova ponte sobre o Rio Coxipó (ligando o bairro Jardim das Palmeiras à Avenida Arquimedes Pereira Lima).

O primeiro trecho da pavimentação da Avenida Mário Palma já foi finalizado. Outra obra que deve começar em breve é a pavimentação da Avenida Camboriú/Rua Cabeceiras, na região do Coxipó.
Estão em licitação a duplicação da Avenida Arquimedes Pereira Lima, pavimentação da Avenida Itaparica (Bairro Vista Alegre/Coxipó) e a implantação da ligação da Avenida Beira Rio à Rua Antônio Dorileo (região do Coophema), que inclui uma nova ponte de concreto sobre o Rio Coxipó (região do Coophema) e pavimentação de vias.

Neste ano, deverão ainda ser licitadas a construção da Avenida Parque do Barbado e a Via Verde, duas importantes novas vias na capital.

Entorno da Arena Pantanal

Divulgação
Interdições são necessárias para realização de obras de mobilidade urbana

Está em licitação a pavimentação de diversas ruas no Entorno da Arena Pantanal, trecho compreendido entre a Rua Begônias (Entr. Rua das Tulipas – Entr. Av. das Flores /Entr. Rua das Violetas – Entr. Av. 8 de Abril), Rua dos Crisântemos (Entr. Rua das Begônias – Entr. Ruas das Camélias), Rua Onze de Maio (Entr. Rua A – Entr. Av. Miguel Sutil ), Rua das Papoulas (Entre. Rua das Begônias – Entr. Rua das Margaridas), Av. Dom Carlos L. D´amour (Entr. Av. Agrícola Paes de Barros – Entr. Av. Ciríaco Candia), Rua das Almas ( Entr. Av. Miguel Sutil – Entr. Rua da Fé ) e Rua da Caridade (Entr. Av. Miguel sutil – Entr. Rua da Fé), totalizando 2.231,99 metros.

Rodovia Cuiabá – Chapada dos Guimarães

A duplicação do primeiro trecho da Rodovia Emmanuel Pinheiro, que liga Cuiabá a Chapada (60 km de Cuiabá), já foi concluído pela Secretaria de Transportes e Pavimentação Urbana (Setpu).
O segundo trecho começou a ser duplicado em abril.

Rodovia Cuiabá – Santo Antônio de Leverger

A duplicação da Rodovia Palmiro Paes de Barros, que liga Cuiabá a Santo Antônio de Leverger, está em andamento e será importante para facilitar o acesso ao município, muito visitado por quem gosta de uma boa pescaria no Rio Cuiabá. A obra deve ser finalizada ainda em junho deste ano.

Segurança na Copa 2014

A Secopa já iniciou a elaboração do Plano Master de Segurança para Copa do Mundo de 2014, que deve ser finalizado até julho de 2012.

Entre as ações já definidas, estão a construção do prédio do Centro de Comando e Controle, Delegacias de Polícia de apoio ao Turista e Proteção as Marcas, 10° Batalhão de Polícia Militar, reforma do 1° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Médico Legal (IML), entre outras medidas que serão necessárias.

O foco é organizar a segurança da Copa com a integração e cooperação de todos os órgãos de segurança pública (estadual, municipal e federal), deixando uma legado para o estado no pós-copa.

Divulgação
O objetivo do Governo do Mato Grosso é formar cerca de 10 mil profissionais

Copa em Ação

É um programa do Governo do Estado voltado para a qualificação e inserção da mão de obra no mercado de trabalho, na geração de emprego e renda, com incentivo ao empreendedorismo por meio do microcrédito.

O objetivo do Governo do Mato Grosso é formar cerca de 10 mil profissionais.

O investimento do projeto é de R$ 10 milhões de reais, com foco nas áreas de serviço, construção civil e turismo. Em janeiro de 2012, o governo iniciou o segundo ano do programa.

Copa Verde

Lançado em junho do ano passado, o programa “Copa Verde” irá compensar a neutralização de gases poluentes emitidos na construção da Arena Pantanal.

Nos próximos três anos serão repassados R$ 3,5 milhões para o projeto, dos quais R$ 710 mil serão destinados em forma de pagamentos por serviços ambientais aos ribeirinhos dos municípios ao longo das margens dos rios Cuiabá, Paraguai e São Lourenço, que são formadores do Pantanal.

Em parceria com o Instituto Ação Verde, serão recuperados cerca de mil hectares de áreas de preservação permanentes (APPs) com o plantio de 1,4 milhão de árvores.

Já foram plantadas 100 mil mudas, de 62 diferentes espécies em 88 propriedades. Em média, cada árvore plantada sequestra 138 quilos de carbono durante o período de 30 anos. Estima-se que a obra do novo Verdão emitirá 711 mil toneladas de carbono equivalente.

Trilogia do Pantanal

Anunciado em setembro do ano passado, o projeto “Trilogia do Pantanal” divulgará a maior planície alagável do mundo em mais de 160 países por meio de um documentário que será exibido em três episódios (Terra, Água e Ar) pelo canal National Geographics.

A previsão é que a trilogia possa atrair a atenção de turistas nos quatro cantos do planeta.

Rede Hoteleira

O setor hoteleiro deve crescer 30% até a Copa de 2014. Estão previstas a construção e a ampliação de catorze novos hotéis, o que significa a construção de mais 1.410 apartamentos e 3.644 leitos, totalizando investimentos em torno de R$ 250 milhões.

Até 2014 os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Cáceres, Jaciara, Primavera do Leste, Chapada dos Guimarães, Nobres, Santo Antônio do Leverger e Barão de Melgaço terão 240 locais receptivos de turistas, entre chalés, hotéis e pousadas, 8.962 apartamentos e 22.084 leitos aptos a receber delegações, turistas, visitantes.

 

MIDIANEWS.COM.BR

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo