Após negativa da Justiça, bebê anencéfalo nasce e morre em Cuiabá

12 de abril de 2012 - 10:50 | Postado por:

Uma bebê nasceu anencéfalo e morreu minutos depois,em Cuiabá nesta quarta-feira, 11. Familiares descobriram a má formação no feto ainda na 16ª semana de gestação e procuraram a Justiça para autorizar a interrupção da gravidez, que foi negado em decisão de primeira instância. A família recorreu e ainda aguardava uma decisão do Tribunal de Justiça. Qualquer que seja a decisão, porém, será tardia.  A bebê nasceu viva, porém respirou e morreu em seguida, segundo o jornal “A Gazeta”.

O caso acontece exatamente no dia em que  o Supremo Tribunal Federal (STF) começou julgar uma ação sobre o direito da mãe de interromper uma gestação nesses casos, sob protestos de grupos religiosos. A votação foi interrompida para ser retomada nesta quinta-feira, 12.

Diante da negativa da Justiça no primeiro momento e o fato de não ter saído decisão do recurso impetrado no TJMT, familiares aguardavam a decisão do STF, que se fosse favorável à interrupção da gravidez em caso de anencefalia, pretendiam realizar o procedimento. Contudo, a jovem entrou em trabalho de parto quando apresentava resultados dos exames no Hospital Universitário Júlio Muller (HUJM) e foi encaminhada para a Clínica e Maternidade Femina, em Cuiabá. Uma equipe médica realizou o parto cesárea, contudo a bebê não sobreviveu.

Deixe um comentário

Comentários

  1. Rita disse:

    Olá, estou passando por momentos de aflição e tristeza. Na minha primeira ecografia do primeiro trimestre, não foi possível identificar as perninhas do meu bebe, numa segunda notaram um fêmur menor que o outro e agora irei fazer aminiocentese para descobrir os pormenores e tb uma ecografia morfológica. Bem, estou apreensiva e triste, mas sei que tb não tenho dinheiro e nem condições psicológicas pra ter nessa altura um filho com tal problema.Que Deus me dê forças se isso for confirmado.

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo