Com assinatura do Sheik, Corinthians consegue virada sobre o Galo: 3 a 2

18 de agosto de 2011 - 10:22 | Postado por:

Em um jogo de dois tempos totalmente distintos, o Corinthians venceu o Atlético-MG por 3 a 2, em Ipatinga, e aumentou ainda mais a crise no Galo. Na primeira etapa, o time mineiro teve amplo domínio e chegou a abrir 2 a 0. Porém, no segundo tempo, a entrada de Emerson mudou tudo. O Sheik participou dos três gols do Timão. No fim, ainda sofreu pênalti desperdiçado por Alex, em defesa de Renan Ribeiro.

Os 11.167 pagantes, que proporcionaram uma renda de R$ 144.532,50, viram o Atlético-MG cair para o 18º lugar na tabela do Brasileiro, com 15 pontos. O Corinthians continua na liderança, agora com 37.

Na próxima rodada, o Galo enfrenta o Botafogo, sábado, às 18h (de Brasília), no Engenhão. O Corinthians recebe o Figueirense no Pacaembu, no mesmo dia e horário.

Show do Galo

Durante a semana, o técnico Cuca disse que o Atlético-MG jogaria algumas partidas de calções brancos, para ver quem sairia com eles verdes, sujos de grama, após os 90 minutos. Este espírito foi seguido à risca tanto pelo Galo quanto pelo Corinthians. Disposição não faltou aos jogadores dos dois times. E emoção também foi total.

O Corinthians tinha maior volume de jogo e já havia perdido duas boas chances, quando o Atlético-MG abriu o placar, em uma jogada aérea concluída por Dudu Cearense. Em condição legal, ele desviou bola cabeceada por Réver após cobrança de escanteio. O gol atleticano redobrou o ânimo do time, que passou a dominar totalmente a partida. Atuando pela ala esquerda, Richarlyson foi muito bem, assim como os jovens Bernard e Fillipe Soutto, que controlavam o meio-campo.

A boa presença do Galo no ataque fez com que o segundo gol surgisse naturalmente. Guilherme fez, cobrando um pênalti marcado sobre Réver. Em outra cobrança de escanteio, o zagueiro foi agarrado pelo pequenino Jorge Henrique, perdido na marcação do grandalhão.

Pelo lado corintiano, o habilidoso meia Danilo armava as principais jogadas de ataque, municiando Liedson e Jorge Henrique. Mas, as boas atuações do sistema defensivo atleticano, formado por três zagueiros (Réver, Werley e Lima), e do goleiro Renan Ribeiro, fizeram com que o placar do primeiro tempo terminasse mesmo nos 2 a 0 para o Galo.

Viradão corintiano

O Corinthians voltou para o segundo tempo como um furacão. Tite mandou o atacante Emerson no lugar do lateral Alessandro. Com isso, Weldinho e Jorge Henrique foram para as laterais direita e esquerda, respectivamente.

O Timão precisou de apenas oito minutos para empatar o jogo. E os dois gols tiveram participação fundamental do Sheik. No primeiro, o atacante aproveitou passe de Danilo, na pequena área, e marcou. No segundo, ganhou de Réver na corrida e foi derrubado na área. Alex cobrou o pênalti e empatou. No lance, o zagueiro atleticano foi expulso.

danilo lima corinthians x Atlético-MG (Foto: Agência Estado)Danilo teve mais uma boa atuação no meio-campo do Corinthians (Foto: Agência Estado)

Ao contrário da primeira etapa, o time paulista era totalmente superior. Com um a mais em campo, o gol da virada era apenas questão de tempo. O Galo mal passava do meio-campo, jogando acuado e preso no seu campo de defesa.

De tanto pressionar, o Corinthians chegou à virada, com Liedson, aproveitando boa trama de Jorge Henrique e Emerson. Depois de passar a frente, o Timão tocou a bola e levou o jogo até o fim, com muita tranquilidade. O Sheik ainda sofreu novo pênalti, desta vez de Renan Ribeiro, mas, na cobrança, o goleiro se redimiu e pegou, em seu canto direito, o chute de Alex.

Mesmo assim, a torcida corintiana, presente em bom número no Ipatingão, comemorou uma vitória construída com muita superação.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo