Com paralisação dos caminhoneiros, Governo decreta ponto facultativo na segunda; MP, Judiciário e AL também

27 de maio de 2018 - 18:41 | Postado por:

Reprodução 
Nesta segunda-feira, 28, será ponto facultativo no Poder Público Estadual, com exceção do serviços essenciais. O anúncio foi feito pelo governador Pedro Taques por meio de rede social na tarde deste domingo, 27. 

Leia Mais:

Esse será o segundo dia de expediente suspenso por conta da greve  nacional dos motoristas autônomos do Brasil, que há sete dias realiza uma série de protestos em rodovias federais do país. Em Mato Grosso, a iniciativa conta com adesão de comerciantes e produtores rurais. Neste domingo, 27, pelo menos quatorze pontos nas vias federai que cortam o Estado permaneciam com  pontos de protestos.

Mediante à situação, o Poder Judiciário de Mato Grosso  também anunciou que suspendeu as atividades nesta segunda-feira, 28, assim como Ministério Público,  Defensoria do Estado e os serviços na Assembleia Legislativa de MT.

No sábado, 26,  governador Pedro Taques decretou situação de emergência em Mato Grosso devido à paralisação dos caminhoneiros e, consequentemente, ao desabastecimento de combustível e outros bens de consumo provocado pelo movimento no Estado. O  decreto prevê ações do Governo do Estado para evitar situações que possam comprometer a oferta da prestação de serviços considerados essenciais à população, como nas áreas de saúde e segurança pública, além de garantir a ordem e os direitos fundamentais dos cidadãos.

“Gabinete Gestor de Crise reunido agora para debater as medidas para evitar situações que possam comprometer a oferta da prestação de serviços considerados essenciais à população, como nas áreas de saúde e segurança pública, além de garantir a ordem e os direitos fundamentais dos cidadãos. Ontem publicamos um decreto de Situação de Emergência e hoje estamos definindo novas ações. Nesta segunda-feira será ponto facultativo no Poder Público Estadual, com exceção do serviços essenciais”, disse ele em postagem.

A falta de combustível tem gerado transtornos nos transportes públicos e particulares, desabastecimento de produtos alimentícios nos supermercados e falta de insumos nos hospitais. Até o momento, no entanto, não houve interrupção de serviços essenciais como de policiamento ostensivo e também de atendimento via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo o documento assinado pelo governador Pedro Taques, apenas funcionarão normalmente os serviços da Segurança Pública, Saúde, Detran, Sistema Penitenciário, Secretaria de Fazenda e Procuradoria Geral do Estado.

As aulas das unidades escolares estarão suspensas nesta segunda-feira (28.05) e deverão ser repostas nos primeiros dias do recesso de julho.

Caberá aos dirigentes máximos dos órgãos e entidades estaduais, por meio de portaria, determinar outros serviços que não serão interrompidos.

Tratativas:

Neste domingo (27), sétimo dia de greve, o governo volta a negociar com os caminhoneiros, ao mesmo tempo em que forças de segurança continuam a desobstruir pontos de bloqueio nas rodovias de todo o país. A categoria dos motoristas autônomos reivindica agora desconto de 10% no valor do diesel que será cobrado na bomba, a ampliação desta redução de 30 para 60 dias e o fim da suspensão da cobrança de tarifa de pedágio para eixo elevado dos caminhões para todo o país.

http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=446404¬icia=com-paralisacao-dos-caminhoneiros-governo-decreta-ponto-facultativo-na-segunda

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo