Construção de maior usina de etanol de milho do Brasil deve gerar 2 mil empregos em MT

7 de novembro de 2017 - 00:58 | Postado por:

A maior usina de etanol de milho do Brasil vai ser construída em Sinop, a partir de janeiro de 2018, com a geração de dois mil empregos diretos na execução das obras e mais de três mil entre empregos diretos e indiretos com o início das atividades, em julho de 2019. O anúncio foi feito ao governador Pedro Taques, no Palácio Paiaguás, pelo diretor-presidente e diretor-executivo José Odvar Lopes e Rafael Ranzolin, respectivamente, da multinacional americana com investimentos em duas usinas de etanol de milho no Paraguai, a Industria Paraguaya Alcoholes S.A. (Inpasa).

Com investimento de R$ 500 milhões, a usina de Sinop foi projetada para moer 1 milhão de toneladas de milho por ano. “É considerada um padrão de usina grande, praticamente um padrão americano”, comenta o diretor-executivo da Inpasa. Mato Grosso conta com uma usina de etanol de milho em Lucas do Rio Verde, mas a capacidade da de Sinop será maior.

“Escolhemos Mato Grosso pelo mercado gigante de matéria prima. Estamos trabalhando nos detalhes finais, estávamos atuando na esfera municipal, agora estamos na estadual para entrarmos realmente com o pé direito e gerarmos emprego e renda para o Estado e para o país”, frisa Rafael Ranzolin.

A escolha de Sinop para abrigar a usina ocorreu após uma série de estudos. “Tem mais de um ano e meio que estamos trabalhando em cima disso. Por questões de logística e por disponibilidade de matéria prima escolhemos Sinop”, explica Rafael.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avalone, destacou a importância da agregação de valor do milho com a industrialização ainda em Mato Grosso. “O milho faz parte do planejamento estratégico do Estado, nós temos uma produção de 30 milhões de toneladas de milho, que provavelmente vai chegar a 50 milhões nos próximos cinco anos, e nós precisamos fazer com que este milho seja industrializado dentro do Mato Grosso”.

Para convencer os empresários a investir no Estado, Avalone recorreu a programa de incentivos à instalação de indústrias. “Neste caso, houve redução de 25% do ICMS para 7%. Isso torna esta indústria competitiva em relação às indústrias dos outros estados.

Conversamos com o vice-governador e secretário de Meio Ambiente Carlos Fávaro para lidar com as questões das licenças ambientais e esta reunião com o governador foi fundamental. O governador vai visitar a Usina deles no Paraguai. Esta é uma área em que vamos ter muitos investimentos em Mato Grosso nos próximos anos”.

Avalone cita como exemplo a usina instalada em Lucas do Rio Verde, durante visita do presidente Michel Temer. “Ela já está em processo de expansão”.

Fonte: AIA3

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo