Cuiabá resiste até os 39 e depois sofre goleada da Portuguesa: 4×0

22 de março de 2012 - 01:23 | Postado por:

A Portuguesa deu um chega para lá na crise e avançou para a segunda fase da Copa do Brasil, mas a classificação não foi tão fácil quanto parece. Nesta quarta-feira, a Lusa goleou o Cuiabá-MT, por 4 a 0, no Canindé, na partida de volta da primeira fase. Os três últimos gols foram marcados a partir dos 39 minutos do segundo tempo.

Diego Souza, Ananias e Danilo, duas vezes, marcaram para a Portuguesa, que agora enfrenta o Juventude na segunda fase, mas a data do primeiro confronto ainda não está definida. O jogo realizado em Cuiabá havia terminado empatado por 1 a 1.

O confronto entre Portuguesa e Cuiabá-MT começou com uma hora de atraso, devido a falta de energia na zona norte de São Paulo. Tudo isso aconteceu por causa de sacos de lixo que foram atirados na fiação elétrica. Às 19h30, os refletores do estádio ainda não haviam sido atendidos e a Eletropaulo, empresa responsável por distribuir energia elétrica, procurava resolver o problema.

A Portuguesa precisava da vitória para garantir a classificação e afastar um pouco da crise que ronda o Canindé. Por isso, partiu para cima e quase abriu o placar no primeiro minuto. Henrique cobrou falta para dentro da área e Ricardo Jesus cabeceou mal, perdendo grande chance. O Cuiabá errava muitos passes e por isso não conseguia chegar com perigo ao gol defendido por Rodrigo Calaça.

A primeira chance do Dourado veio aos dez minutos. Bogé invadiu a área, trombou com os adversários e finalizou fraco. Rodrigo Calaça defendeu e a zaga da Lusa aliviou o perigo. O time matogrossense cresceu na partida e perdeu mais uma grande chance. Após descida rápida, Leandro Cearense recebeu dentro da área, mas na hora da finalização pegou embaixo da bola e mandou por cima.

A resposta da Portuguesa veio aos 20. Henrique fez grande jogada individual, passou por dois marcadores e cruzou na cabeça de Ricardo Jesus, que mandou na trave. Gatti apenas observou. Os dois times buscavam o gol a todo momento e criavam boas chances. Bogé bateu para boa defesa de Calaça e depois Ananias fez grande jogada individual, bateu cruzado e por muito pouco Diego Souza não conseguiu completar de carrinho.

O placar quase foi aberto aos 30 minutos. Ricardo Jesus recebeu de Diego Souza e arriscou da entrada da área, mas mandou para fora. Na sequência, Guilherme “sambou” em cima do zagueiro e soltou a bomba. Gatti fez boa defesa e garantiu o empate parcial. Um pouco melhor em campo, a Lusa abriu o placar aos 45 minutos. Ivan recebeu de Ananias e fez grande jogada individual na esquerda, cruzando na cabeça de Diego Souza. A bola tocou na trave e entrou.

No primeiro grande lance de perigo da etapa final, a Portuguesa quase marcou o segundo. Luís Ricardo avançou em velocidade, deixou três marcadores para trás e na hora de marcar um golaço, bateu no travessão. Na sequência, Léo Silva dominou e soltou a bomba de fora da área. Gatti fez grande defesa e impediu que a Lusa ampliasse o placar, complicando ainda mais a vida do Cuiabá.

Diferente da etapa inicial, quando os dois times criaram boas chances, a Portuguesa era muito melhor no segundo tempo. Ricardo Jesus recebeu passe, dominou e bateu de virada, para fora. Aos poucos, o Cuiabá passou a se soltar e buscar o gol de empate, que levaria a decisão para os pênaltis. Já a Lusa quase matou o jogo em um contra-ataque.

Ananias recebeu dentro da área e bateu cruzado. A bola tinha endereço certo, mas Bogé salvou em cima da linha e impediu o segundo gol da Lusa. Aos 26 minutos, Fernando soltou a bomba em cobrança de falta e a bola desviou em Rogério, indo para escanteio. Na cobrança de Daniel, Lombardi cabeceou e Rodrigo Calaça fez grande defesa.

Em um contra-ataque fulminante, a Portuguesa garantiu a classificação aos 39 minutos. Luís Ricardo desceu com velocidade e cruzou rasteiro para Ananias, que, na marca do pênalti, bateu sem chances para Gatti. Dois minutos depois, Ivan fez boa jogada pela esquerda e mandou para a área. Danilo aproveitou falha da zaga adversária e subiu livre, cabeceando para as redes. O atacante voltaria a balançar as redes aos 43. Jean Motta levantou para a área e Danilo cabeceou sem chances para o goleiro adversário.

 
Ficha técnica
Portuguesa 4 x 0 Cuiabá
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF);
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Cesar Augusto de Oliveira Vaz (GO);
Quarto árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP);
Local: estádio Dr Osvaldo Teixeira Duarte (Canindé), em São Paulo;
Data: 21 de março de 2012, às 19h30.
Portuguesa: Rodrigo Calaça; Luis Ricardo, Rogério, Leandro Silva e Ivan; Boquita, Guilherme, Henrique e Diego Souza; Ananias e Ricardo Jesus.
Técnico: Jorginho.
Cuiabá: Gatti; Niel, Lombardi, Marcelo Ramos e Cesar Romero; Natanael, Jean, Bogé e Leandro Cearense; Fernando e Frédson.
Técnico: Ary Marques.
Gols: Diego Souza (POR), aos 45’ 1T, Ananias (POR), aos 37’, Danilo (POR), aos 41’ e 44’ 2T.

 

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo