Desde morte de bancária de MT, polícia recebeu 25 queixas contra ‘Dr. Bumbum’

7 de agosto de 2018 - 09:44 | Postado por:

Desde a morte da bancária moradora de  Cuiabá, Lilian Calixto, após um procedimento estético realizado em um apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a polícia já recebeu 25 queixas contra o médico Denis Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, responsável por realizar o procedimento, mesmo sem poder atuar no Estado. Em sua chegada ao Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, o acusado foi ovacionado pelos presos.

Leia mais:
Namorada do ‘Dr. Bumbum’ está grávida e é transferida de presídio; cinco pessoas ouvidas hoje

Desde que a história veio à tona foram 25 queixas contra o ‘Dr. Bumbum’. Segundo o Disque-Denúncia, até a última terça-feira (31), foram 38 denúncias contra o exercício ilegal de medicina, quatro a mais que o registrado durante todo o ano de 2017.

Preso pela morte de Lilian Calixto, Denis Furtado foi transferido na tarde do dia 22 para Bangu, assim como a mãe dele, Maria de Fátima Furtado. Ao dar entrada no complexo, os detentos gritaram, em coro: “Dr. Bumbum, Dr. Bumbum, Dr. Bumbum!”, segundo o colunista Ancelmo Gois, do O Globo.

Denis Furtado e sua mãe, Maria de Fátima Furtado, foram presos na tarde do último dia 19, em um centro empresarial na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele foi detido por policiais do 31º BPM (Barra da Tijuca) após receberem informações do Disque Denúncia.

Os dois estavam com mandado de prisão temporária expedido por 30 dias pelo homicídio da bancária Lílian Calixto, que morreu após procedimento estético realizado no apartamento de Denis.

O caso

Segundo fontes ouvidas pelo Olhar Direto, Lilian teria ido para o Rio de Janeiro fazer um preenchimento de glúteo com PMMA, no sábado (14), pela manhã. Primeiramente, a cirurgia estaria marcada para acontecer em Brasília, mas foi transferida em cima da hora para o Rio. Ela trocou a passagem e foi.

No sábado, após o procedimento, Lilian chegou a sair do local onde foi atendida para ir jantar. Logo depois, começou a passar mal e foi hospitalizada e sofreu um mal súbito. A hora da morte foi registrada às 2h da madrugada. No entanto, o Hospital teria ligado para o telefone do responsável – uma amiga, a única que sabia que ela faria o procedimento – só doze horas depois, às 14h deste domingo (15).

Lilian foi gerente do antigo HSBC e estava, agora, à frente das contas do banco Bradesco. Natural de Barra do Bugres, ela era muito conhecida na capital. Ela deixa dois filhos. Um rapaz de 25 anos, e uma menina de 13, além do marido

O Conselho Regional de Medicina (Cremerj) abriu procedimento para apurar o caso. Famoso nas redes sociais, o médico possui mais de 600 mil seguidores e ofertava procedimentos de estética no Rio, em São Paulo e em Brasília. Nas redes sociais, ele é conhecido como ‘Doutor Bumbum’, em alusão aos procedimentos que realizava.

(Com informações do O Globo e Metrópoles)

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo