Tire suas dúvidas sobre as falhas do Enem

8 de novembro de 2010 - 15:28 | Postado por:

O Inep (Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira), órgão do MEC (Ministério da Educação) responsável pela aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2010, considerou a realização da prova um sucesso. Porém, ao menos duas falhas técnicas aconteceram neste ano e os candidatos ficaram com muitas dúvidas sobre a correção e o futuro do exame.

Veja abaixo algumas delas, e o que fazer em cada caso:

Recebi a prova amarela faltando algumas questões e outras repetidas. E agora?

O MEC não descarta a possibilidade de reaplicar a prova do primeiro dia para os candidatos que receberam o caderno com folhas duplas, questões repetidas e outras ausentes. O ministério afirmou, no último domingo (7), que irá analisar cada caso individualmente para que nenhum estudante seja prejudicado. Para isso, é preciso preencher o requerimento disponível em uma página especial da internet, a partir da próxima quarta-feira (10), e fazer a reclamação individual.

O Inep não informa o número oficial de provas com falhas, mas afirma que a avaliação inicial indica pouco menos de 1% das provas do exame eram amarelas, o que daria cerca de 20 mil cadernos de questões – não se sabe, entretanto, quantas destas apresentaram problemas.

Segui a nomenclatura do cabeçalho no cartão de respostas e preenchi o gabarito invertido. O que eu faço?

Na próxima quarta-feira (10), o MEC vai abrir uma página na internet para o pedido de correção invertida. Os candidatos que começaram a responder de maneira invertida e terminaram da maneira correta também podem fazer a sua reclamação. O site ficará disponível até o dia 16 de novembro.

Disseram que a prova pode ser anulada. É verdade?

O MEC descarta essa possibilidade por enquanto. Mas, segundo o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, os candidatos que se sentirem prejudicados devem procurar o MP (Ministério Público) e registrar uma reclamação. O MP, então, deve investigar se o erro pode comprometer o rendimento do aluno. Caso a prova realizada não possa ser aproveitada, ela deve ser anulada e o exame reaplicado.

Posso ser desclassificado porque levei o celular para a prova?

O edital do Enem proíbe a entrada de celular no local de prova. Caso o aparelho tenha tocado e atrapalhado o andamento da prova, o estudante pode ser desclassificado sim. Os candidatos que tuitaram de dentro das salas e fotografaram os cadernos de provas estão sendo ameaçados de processo pelo MEC.

Quando sai o gabarito oficial?

As respostas corretas de todas as questões dos dois dias de provas serão divulgadas na próxima terça-feira (9), às 18h, segundo o Ministério da Educação.

Haverá alteração na data de divulgação do resultado final com o resultado individual de cada candidato?

A posição do ministério desde o último sábado é que o calendário previsto será mantido.

Pode haver alteração também no cronograma das universidades que usarão a anota do Enem em seus processos seletivos?

Segundo a Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), como o erro é muito recente e o MEC afirma que não haverá alteração no calendário do Enem, não há como saber se as universidades federais irão suspender a utilização da nota do exame ou alterar seus calendários para os processos seletivos.

As instituições que usam o modelo pleno do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) não deverão ter problemas, acredita a Andifes. Já, universidades que usam a nota parcialmente devem decidir assim que uma nota oficial do Ministério da Educação divulgar alguma novidade sobre a possível alteração do cronograma previsto.

Por: Samara Follmann

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo