Garoto de 13 comanda roubo com reféns em Cuiabá

29 de dezembro de 2010 - 11:57 | Postado por:

O assalto a uma casa no jardim Primavera, em Cuiabá, foi chefiado por um adolescente de 13 anos que está no mundo do crime desde os 10.

No assalto, 14 pessoas foram feitas reféns e o garoto, armado com um revólver calibre 38, ameaçava atirar a todo momento. Ele agiu em companhia de dois rapazes. Vários pertences foram roubados. Além do garoto, policiais militares prenderam Maikon Douglas de Oliveira Bastos, de 19. O terceiro envolvido conseguiu fugir.

Durante o assalto, o garoto percebeu a presença dos policiais e fez a proprietária como escudo humano. Saiu na porta agarrando-a pelo pescoço e apontando um revólver para a cabeça dela. Ao ver os PMs, recuou e um dos policiais, aproveitando o vacilo do garoto, atirou no pé dele, ferindo-o. O infrator, então, jogou o revólver e se entregou.

Na delegacia de polícia, o adolescente relatou que não sabe atirar, mas não pensaria duas vezes caso precisasse apertar o gatilho. Para as vítimas, seria uma tragédia, uma vez que havia 14 pessoas trancadas num quarto – além de familiares do proprietário da casa, tinha funcionários de uma empresa de eventos que foram buscar as tendas da festa de natal realizada no quintal.

Segundo a proprietária, a invasão aconteceu instantes após ela abrir o portão para os funcionários da empresa de eventos. “Os funcionários foram buscar a tenda e alguns objetos que faltava levar. Então, fui para o escritório. Nisso, os bandidos aproveitaram e entraram”, explicou.

Os ladrões renderam os trabalhadores, que foram obrigados a entrar na casa. Em seguida, renderam também os moradores. Nesse ínterim, uma irmã e duas sobrinhas da proprietária correram para os fundos e acionaram a Polícia Militar. Minutos depois, os ladrões perceberam a presença delas e as renderam também.

Não demorou muito e policiais militares chegaram a cercaram a casa. Um dos assaltantes correu pelos fundos e conseguiu fugir. Assim que viu os PMs, o garoto ameaçou atirar nos reféns. Ele chegou a sair com a proprietária da casa, mas baleado no pé por um dos policiais, entregou-se.

O adolescente disse que estava em companhia de Maiquinho e Marcos. Os policiais foram até a casa de Maikon Douglas, onde localizaram uma mochila com vários pertences levados das vítimas – câmera digital, jóias e binóculos. Maikon negou ter participado do assalto. Alegou que estivera dormindo a tarde toda.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo