Ibama e Polícia Ambiental encontram depósito irregular de madeiras nobres

4 de março de 2011 - 08:23 | Postado por:

O Ibama e a Polícia Militar Ambiental descobriram um depósito irregular de madeiras nobres em uma fazenda no Distrito Federal. A área pertence a um ex-deputado distrital.

A Fazenda Lumiar fica em Planaltina, a 60 quilômetros de Brasília. As imagens feitas pela PM mostram o momento em que policiais e fiscais do Ibama cortam a cerca da fazenda e encontram toras de madeira pelo chão. Havia também mais madeira empilhada.

Segundo a Polícia Ambiental, foi encontrada uma quantidade que caberia em oito caminhões grandes. O valor é estimado em R$ 150 mil. Essa seria uma das maiores apreensões de aroeira e angico no Distrito Federal.

“O angico e a aroeira são espécies proibidas de corte, transporte e depósito. Não existe essa autorização”, explicou o tenente coronel Claudio Ribas, da Polícia Ambiental do Distrito Federal.

A operação da polícia ambiental começou na semana passada, com três sobrevoos pela área da fazenda. Uma clareira chamou a atenção dos policiais, que por terra constataram o depósito que seria irregular.

No começo da tarde da quinta-feira (03), Pedro Passo, o dono da fazenda que já foi secretário de Agricultura e deputado distrital, apareceu para dar explicações.

“Eu comprei essa propriedade com essa madeira já dentro. Eu comprei essa fazenda em 2005. Como qualquer outro proprietário compra uma propriedade rural, todas as benfeitorias entram na negociação. E eu confesso que não saí contando quantos pedaços de madeira tinha e pedindo nota fiscal dos pedaços de madeira para poder saber se tinha nota fiscal daqueles pedaços de madeira. Essas madeiras ficaram aí esses anos todos”, explicou Pedro Passos.

O crime é passível de multa e apreensão. Dependendo da avaliação que o Ibama está fazendo do volume da madeira encontrada na fazenda, a multa pode chegar a R$ 50 mil.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo