Inter pode usar ‘restos’ do Beira-Rio em ações para a torcida

28 de dezembro de 2010 - 12:57 | Postado por:

As cadeiras das sociais e o concreto retirado do anel inferior do estádio Beira-Rio poderão ser usados em marketing para a torcida do Inter. A direção do clube vai planejar ações a partir do início do próximo ano, quando assume o presidente Giovani Luigi.

A reforma do Beira-Rio para a Copa do Mundo de 2014 prevê a reconstrução de todo o anel inferior, que ficará mais próximo do campo. A destruição de uma quarta parte da arquibancada já está em andamento. As arquibancadas novas, todas pré-moldadas, devem ficar prontas entre março e abril de 2011.

A ideia é reaproveitar o material da arquibancada antiga e promover ações de marketing para os torcedores, que poderiam comprar as cadeiras das sociais e até mesmo pequenos tijolos personalizados.

“A ideia é pegar todo o material retirado das sociais, inclusive as cadeiras, e fazer uma ação para que o torcedor possa adquirir, por preço simbólico, e ficar com uma recordação de como era o Beira-Rio antes da reforma”, explica o diretor de marketing do Inter, Jorge Avancini. A iniciativa começará a ser planejada depois da posse do presidente eleito Giovanni Luigi, marcada para o dia 3 de janeiro.

Na origem da iniciativa, o Inter espera se enquadrar às questões ambientais e obter o selo verde para o Beira-Rio. “Como estamos demolindo a arquibancada, queremos reaproveitar o material. Isso vai ao encontro da questão ambiental, já que o Inter está buscando o selo verde”, afirma o vice-presidente de patrimônio, Emídio Ferreira.

Ferreira manteve contato com uma empresa da região metropolitana de Porto Alegre, que possui máquinas capazes de transformar o concreto em brita e também em pequenos tijolos, que poderiam ter gravados o símbolo do Inter e o nome dos torcedores que os adquirissem. A brita também seria utilizada na própria reforma do Beira-Rio, que terá entre outras iniciativas “verdes” o reaproveitamento da água da chuva, que será usada na irrigação e nos banheiros, por exemplo.

Nesta segunda, integrantes do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo da Fifa estiveram no Beira-Rio vistoriando as obras. O Inter não fechará o estádio para o futebol durante a reforma. De acordo com Ferreira, a Polícia Militar já vistoriou o estádio, que terá sua capacidade de público diminuída entre cinco e seis mil torcedores durante a reformulação das arquibancadas.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo