Mauro empossa secretários e afirma que terão “missão extremamente árdua” lista

2 de janeiro de 2019 - 14:44 | Postado por:

O governador Mauro Mendes (DEM) empossou, na noite desta terça (1), os 15 secretários que irão compor sua equipe no Executivo estadual. O democrata afirmou que terá, junto com o seu staff, “uma missão extremamente árdua”. Eles começarão os trabalhos na manhã desta quarta (2).

Empossado em cerimônia na Assembleia no meio da tarde, Mauro recebeu a faixa de Pedro Taques (PSDB), agora ex-governador, por volta das 17h50. Depois, seguiu em direção à Faculdade de Tecnologia de Mato Grosso (Fatec), o Senai, na avenida XV de Novembro, para a posse dos secretários.

Antes de entrar no prédio, Mauro e seu vice, Otaviano Pivetta (PDT), foram recebidos pela Guarda de Honra das Forças Militares Estaduais, por volta das 18h40. A via em frente ao local foi interditada temporariamente para a cerimônia. No momento do ato dos militares, a chuva que atingia a Capital deu uma trégua.

Após a homenagem, Mauro e Pivetta entraram na Fatec, por meio do salão de cerimônia. Conforme o cerimonial do Governo, os custos dos eventos de posse foram reduzidos, se comparados com as duas gestões anteriores, pois Mauro optou por usar o mínimo de estrutura possível. Em toda a cerimônia, foi servido apenas água e refresco de caju. O espaço da Fatec, segundo a equipe do democrata, foi cedido pelo sistema Fiemt.

Pouco após adentrar o prédio da Fatec, Mauro conversou com a imprensa. Por volta das 19h50, deu início à cerimônia de posse do novo staff do Executivo estadual. O primeiro ato do evento foi uma celebração ecumênica, com a presença de dois padres e de pastores da Assembleia de Deus.

Ainda na celebração religiosa, que durou quase uma hora, a dupla sertaneja Anselmo & Rafael entoou a canção “Faz um milagre em mim”. O grupo Flauta Mágica, originado em um projeto social homônimo, também se apresentou no ato, com a música “Glória a Deus nas alturas”.

Em seguida, chamou cada um dos 15 secretários de sua equipe para assinar o termo de posse. O número do staff de Mauro representa redução quando comparado à gestão anterior, na qual havia 24 secretarias. A diminuição de pastas era uma das promessas de campanha do democrata. O novo governador extinguiu, por exemplo, a pasta de Justiça e Direitos Humanos, que será incorporada à Segurança Pública.

No Governo de Mauro, as pastas serão: Casa Civil; Saúde; Educação; Desenvolvimento Econômico; Segurança Pública; Fazenda; Cidadania, Assistência Social e Direitos Humanos; Planejamento e Gestão; Meio Ambiente; Cultura, Turismo, Esporte e Lazer; Infraestrutura, Logística e Obras Públicas; Agricultura Familiar; Ciência, Tecnologia e Inovação; Controladoria-Geral do Estado e a Procuradoria-Geral do Estado.

Desde que informou a redução de pastas, Mauro tem declarado que a principal missão dos novos secretários será colocar em prática as medidas necessárias para equilibrar as contas do Estado – por meio de uma política de redução de despesas e incremento de receitas – e de melhorar os serviços prestados.

Entre as medidas já anunciadas por Mauro está o corte de mais de três mil cargos – entre comissionados, contratados e de função gratificada.

Discurso do vice

Posteriormente, o vice-governador Otaviano Pivetta discursou por, aproximadamente, cinco minutos. Ele agradeceu a Mauro pela parceria e afirmou que contará com os secretários para melhorar a situação do Estado.

“Quero dizer a todos os colegas empossados que estou junto com vocês e vamos trabalhar com o mesmo entusiasmo e a certeza de que vamos entregar para a sociedade o que eles almejam. Com pouca conversa, vamos chegar àqueles que mais precisam. Vamos eleger prioridades, para não perder receitas nesse momento. É importante que o Estado tenha a capacidade de servir”, afirmou.

Rodinei Crescêncio

Filhos fazem homenagem a Mauro

Ana Carolinne e Luiz Antônio fazem homenagem ao pai Mauro Mendes durante cerimônia de posse dos secretários

Por fim, Pivetta firmou estar entusiasmado, assim como os secretários, para assumir a administração do Estado a partir das 7h30 desta quarta (2).

Filhos homenageiam Mauro

Depois das declarações do vice, os filhos de Mauro homenagearam o pai. “Desde o início, você sempre acreditou que era possível fazer as coisas com amor e seriedade. E vem dando exemplo disso como pai, marido e político. Isso é motivo de enorme orgulho para todos nós”, disse o primogênito do democrata, o universitário Luiz Antônio. O jovem subiu no palco, junto com as duas irmãs para abraçar os pais.

“Missão extremamente árdua”

Em um discurso de, aproximadamente, 50 minutos, após a posse dos secretários, Mauro afirmou que espera que sua gestão represente a renovação de “forças, convicções, vontades e, acima de tudo, das nossas atitudes”. Ele comentou que disputou, junto com Pivetta, o Executivo estadual em 2010, porém foram derrotados nas urnas.

“Oito anos atrás nos propusemos a administrar este Estado, outra pessoa ganhou [em referência a Silval Barbosa]. Não foi a vontade de Deus e nem a vontade do povo. Nós já conhecemos o resultado. Quatro anos atrás, apoiamos um projeto [a gestão de Pedro Taques], que vimos ao decorrer do tempo que não deu certo. Agora temos uma missão extremamente árdua pelos próximos quatro anos”, declarou.

O democrata ressaltou que o Estado vive um período de “dura realidade”, em razão das dificuldades econômicas. Porém, afirmou que a situação melhorará em sua gestão. “Espero que daqui a quatro anos possamos estar de cabeça erguida”, declarou à equipe.

Ele também comentou sobre a economia de Mato Grosso. Segundo o democrata, o Estado tem condições de crescimento econômico, pois triplicou o seu Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos 10 anos. “O desafio é fazer com que essa riqueza possa ser traduzida em serviço público de qualidade”.

Mauro afirmou que sua gestão tomará decisões que “alguns chamam de duras”, mas que ele considera necessárias para melhorar a situação econômica do Estado. Nos próximos dias, segundo o novo governador, a equipe dele apresentará uma reforma administrativa. Conforme o democrata, a medida tem o objetivo de “tornar essa máquina pública mais eficiente. Vamos trabalhar muito para o equilíbrio fiscal, que é garantir que despesas sejam menores que as receitas”.

Ele afirmou ainda que sua gestão precisará da ajuda de todos os setores possíveis, dentre eles o agronegócio, o comércio, a indústria e a construção civil. “Todos têm papel a cumprir para que o Estado reencontre o seu caminho”.

Rodinei Crescêncio/Arte/Rdnews

Quadro secretariado de Mauro

Quadro mostra a lista dos secretário já empossado pelo governador Mauro Mendes

Abaixo, veja o perfil dos 15 secretários de Mauro Mendes:

Marcelo de Oliveira, o Marcelo Padeiro (Secretaria de Infraestrutura) é engenheiro. Atuou como secretário de Obras de Cuiabá na gestão de Mauro Mendes, foi secretário adjunto de Infraestrutura na extinta Secopa e foi secretário de obras no governo Dante de Oliveira e na gestão de Roberto França em Cuiabá.

Mauren Lazaretti (Secretaria de Meio Ambiente) é advogada. Presidiu a Comissão de Direito Ambiental da OAB-MT e foi secretária adjunta de Meio Ambiente do Estado.

Cesar Miranda Lima (Secretaria de Desenvolvimento Econômico) é servidor da Assembleia Legislativa. Atuou como secretário de Governo de Várzea Grande e também foi secretário de Receita Fazendária e Saúde no mesmo município. Já exerceu o cargo de Secretário de Estado de Meio Ambiente.

Basílio Bezerra Guimarães dos Santos (Secretaria de Gestão e Planejamento) é graduado em Ciências Contábeis. Já atuou como gerente financeiro na Polícia Civil de Mato Grosso, coordenador contábil e superintendente de Planejamento e Finanças da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso e secretário adjunto de Administração Sistêmica da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e contador geral do Município de Cuiabá. Foi professor titular da disciplina de Finanças Públicas do curso de ciências contábeis das Faculdades Integradas Cândido Rondon. Desde 2017, é Diretor Administrativo e Financeiro da Empresa Matogrossense de Tecnologia da Informação, bem como a atividade de Perito em Cálculos Extrajudiciais .

Allan Kardec (Cultura, Esportes e Lazer) é deputado estadual reeleito e já atuou como vereador por Cuiabá. É graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), possui especialização em Gestão Educacional e mestrado pelo Programa de Pós-graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO/UFMT).

Rogério Gallo (Secretaria de Fazenda) é bacharel em Direito pela UFMT. Pós-graduado em Direito Tributário pela mesma universidade e em Direito Público pela Unirondon. É também mestre em Direito Ambiental pela UFMT. Desde 2002 é procurador de Mato Grosso. De 2013 a 2016, foi Procurador-Geral do Município de Cuiabá. Entre 2015 e 2016 exerceu interinamente, o cargo de prefeito de Cuiabá. De 15 de janeiro de 2017 a 15 janeiro de 2018, atuou como Procurador-Geral do Estado. Foi conselheiro da secção de Mato Grosso da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB-MT. É o atual secretário de Estado de Fazenda de Mato Grosso.

Alexandre Bustamante (Secretaria de Segurança Pública, Justiça e Direitos Humanos) é agente da Polícia Federal, advogado, formado em Direito na UFMT. Possui especialização em Inteligência em Segurança Pública. Trabalhou 30 anos no Departamento de Polícia Federal. Prestou serviços por sete anos na Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso, exercendo as funções de Secretário Adjunto de Inteligência e Secretário de Estado de Segurança Pública, inclusive durante a Copa do Mundo de 2014. Atualmente é diretor presidente da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá.

Rosamaria Ferreira de Carvalho (Secretaria de Trabalho e Assistência Social) é graduada em Pedagogia e habilitada para o magistério de Filosofia e Sociologia pela UFMT, com duas Pós-graduações: Educação em Saúde Pública e Supervisão Escolar. Por dez anos foi Superintendente de Qualificação Profissional da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas). Na pasta, atuou de 2003 até 2013, quando foi convidada pela ex-primeira-dama de Cuiabá, Virginia Mendes, para assumir a coordenação do Programa Siminina, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, onde ficou até o fim de 2016.

Marioneide Angelica Kliemaschewsk (Secretaria de Educação) é graduada em pedagogia, administração de empresas e economia, pós-graduada em recursos humanos e gestão escolar. É servidora efetiva da rede municipal de educação há 29 anos, onde atuou como professora do ensino fundamental. Ela atuou também como diretora da Escola Municipal de Educação Básica José Torquato da Silva, localizada no bairro Parque Residencial Coxipó, por 13 anos, e foi secretária municipal de Educação na gestão de Mauro Mendes em Cuiabá.

Gilberto Figueiredo (Saúde) é professor, vereador na Capital e foi secretário municipal de Educação na gestão de Mauro Mendes em Cuiabá, antes atuou como diretor do Sesi/Senai-MT.

Mauro Carvalho (Casa Civil) é empresário, natural de Bauru (SP), se mudou para Mato Grosso há quase 40 anos para trabalhar como trainee na fábrica da Coca-Cola. Em 1989, criou sua própria revendedora de bebidas, que hoje opera em várias cidades de Mato Grosso e do Brasil. Também atua no ramo de energia.

Emerson Hayashida (Controladoria Geral do Estado) é formado em Direito pela Unemat e possui pós-graduação em Direito Público e Gestão Pública. Na CGE, já atuou como coordenador de Auditoria; superintendente de Auditoria e Controle Interno; secretário adjunto de Auditoria; secretário adjunto de Corregedoria Geral; superintendente de Desenvolvimento dos Subsistemas de Controle Interno; superintendente de Auditoria e Controle em Aquisições e Apoio Logístico; superintendente de Auditoria Especial e atualmente exerce o cargo de superintendente de Controle em Aquisições e Transferências.

Nilton Borgato (Ciência, Tecnologia e Inovação) foi secretário municipal em Porto Esperidião de 2001 a 2008 e atuou como de prefeito de Glória D’Oeste de 2009 a 2016. Foi presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde de 2009 a 2012 e assessor especial da vice-governadoria.

Silvano Amaral (Agricultura Familiar) é deputado estadual. Também foi secretário de Finanças e de Governo em Sinop.

Francisco de Assis da Silva Lopes (Procuradoria Geral do Estado) é formado em Direito pela Instituição Toledo de Ensino, de Presidente Prudente (SP). Vive em Cuiabá há 30 anos e atua desde 2002 na Procuradoria-Geral do Estado.

Fonte: RD NEWS

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo