Pai de Yuri e irmã de Roseli receberam maiores valores

2 de abril de 2013 - 22:23 | Postado por:

O ex-presidente do MT Saúde, Yuri Bastos e a secretária Roseli Barbosa: parentes receberam reembolso

O ex-presidente do MT Saúde, Yuri Bastos e a secretária Roseli Barbosa: parentes receberam reembolso

O Fórum Sindical, entidade que reúne os sindicatos de servidores do Estado de Mato Grosso, apontou que a servidora púbica Ginamara Maria de Meira Scatola, irmã da secretária de Assistência Social e primeira-dama Roseli Barbosa, e Arthur Sebastião Bastos Jorge, pai do ex-presidente do MT Saúde, Yuri Bastos, foram os usuários que receberam os maiores valores de reembolso do MT Saúde, no ano de 2011.

De acordo com a auditoria independente encomendada pela entidade, Arthur Bastos, que é médico do Estado, recebeu naquele ano R$ 75,2 mil. Já a cunhada do governador Silval Barbosa (PMDB), que é servidora da Assembleia Legislativa, foi reembolsada em R$ 56,8 mil.

No total, o MT Saúde gastou R$ 270.796,73 com reembolsos a usuários no ano de 2011, o que corresponde a 0,21% do total da receita recebida pelo plano.

O reembolso é um mecanismo adotado quando não há médicos ou hospitais credenciados no Estado que façam os procedimentos necessários para o tratamento. Nesse caso, o paciente se trata na rede particular e apresenta a conta ao MT Saúde, que restitui o valor gasto.

O tratamento a que ambos se submeteram não foi tornado público, mas o Fórum Sindical já solicitou à Secretaria de Administração (SAD) detalhes dos procedimentos e  a planilha de custos e pagamentos.

O terceiro e o quarto maiores desembolsos, feitos em 2011, são de valores cerca de dez vezes menores: de R$ 9,9 mil, feito a Edvanir Aparecida Mundin; e de R$ 6,2 mil, a Rosa Cristina Sanches de Andrade Toledo.

Relação de reembolsos feitos em 2011

Relação de reembolsos feitos em 2011

 

“Essa diferença, entre o segundo e o terceiro valor, chama a atenção. Não questionamos a legalidade dos pagamentos. Mas, o fato é que, muita gente está esperando para receber valores irrisórios, quando o pai do ex-presidente do MT Saúde e a cunhada do governador Silval receberam quantias altíssimas. É preciso verificar se esse reembolso foi pura sorte ou se houve influência e privilégios”, disse o sindicalista Gilmar Brunetto, membro do Fórum Sindical.

Outro lado

A assessoria da Secretaria de Administração, pasta à qual o MT Saúde é vinculada, informou que os gastos ressarcidos em 2011 foram realizados antes de 2010, período em que havia permissão para que os tratamentos de emergência fossem feitos fora do Estado.

De acordo com a assessoria, os ressarcimentos foram feitos com base na tabela de valores disponibilizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), e devidamente apreciados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) no julgamento das contas do plano, sem que houvesse qualquer apontamento contrário.

A assessoria da Secretaria de Assistência Social, comandada por Roseli Barbosa, informou que a primeira-dama não se pronunciaria sobre o tratamento da sua irmã, e que o assunto seria tratado pela SAD. A reportagem também tentou contato com Yuri Bastos, mas seu celular estava desligado.

 

Fonte: MidiaNews.com.br

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo