Ponte é bloqueada em protesto contra falta de atendimento na saúde em MT

11 de outubro de 2012 - 18:01 | Postado por:

Moradores de Barra do Bugres, cidade a 169 km de Cuiabá, bloquearam na madrugada desta quinta-feira (11) a ponte sobre o Rio Paraguai, localizada na MT-246. A ação é em protesto contra a falta de repasse para o hospital do município. O governo do estado informou, por meio da assessoria da Secretaria de Estado de Saúde, que parte da dívidaserá paga ainda nesta quinta-feira.

De acordo com a enfermeira Bruna Blaz, há seis meses o Hospital Municipal de Barra do Bugres não recebe os repasses financeiros do governo estadual. “O hospital é referência em atendimento para 11 municípios da região. Atualmente faltam antibióticos, curativos, faixas e as cirurgias seletivas foram cortadas há semanas. Na situação atual, faltam medicamentos da farmácia básica. Os médicos das outras cidades sabem que não adianta nem mandar pacientes porque nós não temos condições de atender”, explicou a enfermeira.

A rodovia MT-246 foi bloqueada por volta das 2h [horário de Mato Grosso] e conforme a Polícia Militar, que acompanha o bloqueio, até as 10h, já havia cerca de cinco quilômetros de congestionamento no local. Conforme Áureo Meira Marques, morador do município e um dos organizadores do bloqueio, mais de 100 pessoas estão no local. “Essa mobilização partiu dos moradores e esperamos a [campanha] política passar para iniciarmos o protesto. Aqui no protesto temos os médicos do hospital, estudantes, moradores e até mesmo indígenas das aldeias da região”, garantiu Áureo.

Com o protesto feito pelos moradores, representantes do hospital se reuniram com o governador Silval Barbosa em Cuiabá. Durante a reunião foram apresentadas as reivindicações feitas pelos funcionários do hospital. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Saúde, o governador reconheceu uma dívida de R$ 2,2  milhões com a Prefeitura. Ainda segundo a assessoria, esse valor deve ser pago em três parcelas, com a primeira delas depositada ainda hoje.

Outros municípios
Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), cerca de 100 municípios estão com os repasses da saúde atrasados e a dívida já chega a R$ 50 milhões. Com isso, a Justiça determinou que o estado apresente um cronograma de pagamento para quitar tudo que está em atraso na saúde em até 60 dias.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo