Prefeito que faleceu no Nortão ficaria um ano de licença médica

4 de janeiro de 2011 - 14:42 | Postado por:

O prefeito de Tabaporã, Edison Rosso, 56 anos, que faleceu ontem, pretendia tirar licença médica de 1 ano da prefeitura para tratamento de saúde. A revelação foi feita, há instantes, ao Só Notícias, pelo prefeito interino Percival Cardoso (PPS). “Ele continuava afastado das funções da prefeitura e fazendo tratamento. Me disse que pediria licença até dezembro de 2011. Domingo, visitei ele no hospital. Ele já estava se recuperando, ainda não falava mas fazia gestos de dores na cabeça”, contou. “É profundamente lamentável a morte do seo Edison. Tabaporã perde um dos seus principais defensores”, definiu. “Faz mais de 20 anos que nos conhecemos. Perdi um amigo pessoal, sensível as causas sociais. Ele foi uma pessoa que se decicou muito ao município”, acrescentou o prefeito interino.

Percival assumiu em outubro quando Rosso foi a Cuiabá e teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Diabético, ele voltou a passar mal no domingo (2), foi internado e, ontem, por volta das 18:30h, acabou tendo outro AVC, segundo o secretário de Saúde, Juliano Cabral.

O prefeito interino adiantou que pretende manter a maioria do secretariado escolhido por Edison Rosso e os programas e obras que ele planejou para Tabaporã (150 km de Sinop)

Centenas de pessoas passaram, desde a madrugada, pela câmara municipal, onde o prefeito está sendo velado. A prefeitura decretou luto oficial de 3 dias e não haverá expediente nos órgãos públicos. O comércio fica fechado hoje.

Rosso era uma das lideranças regionais do PT – Partido dos Trabalhadores-. Ele era casado e tinha 3 filhas.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo