Presidente do Comitê de Londres conhece a Rocinha e o Maria Lenk

19 de março de 2012 - 21:42 | Postado por:

Para os jovens atletas que treinavam na manhã desta segunda-feira no Complexo Esportivo da Rocinha, aquele rosto e nome não pareciam familiares. Até sabiam que Sebastian Coe era o presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Londres-2012 (LOCOG, na sigla em inglês), mas não imaginavam estar diante de um bicampeão olímpico dos 1.500m em Moscou-80 e Los Angeles-84. Em visita ao Rio, ele pediu para conhecer um projeto social. Conversou com a turma do judô, natação e taekwondo, e os aconselhou a fazer tudo o que os técnicos mandassem durante os treinos.

Logo depois, Sebastian Coe foi ao Parque Aquático Maria Lenk. Por lá, além de conhecer as instalações do Centro de Treinamento Time Brasil, também quis saber como anda a preparação de Cesar Castro, dos saltos ornamentais; Kaio Márcio Almeida, da natação; e Rosângela Santos, do atletismo. Desejou reencontrá-los em julho e disse ter ficado bem impressionado com o que viu em sua breve passagem pela cidade-sede das Olimpíadas de 2016.

– Estou impressionado com o espírito que já há aqui na cidade e satisfeito de ver tantos ex-atletas envolvidos no processo. Vi uma regeneração da cidade e, lá na Rocinha, que o esporte criou uma ponte na vida dos jovens. Hoje pude ver atletas muito jovens dividindo o espaço com outros mais experientes, alguns já medalhistas. Esta é a melhor forma de se utilizar uma instalação esportiva como uma verdadeira base de treinamento, mesclando jovens atletas e outros com resultados consolidados. O que sei é que vocês vão realizar Jogos Olímpicos fantásticos – disse.

sebastian coe rocinha (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)Carlos Arthur Nuzman e o ex-judoca Flávio Canto apresentam a Rocinha (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)

Londres vem cooperando para isso. Desde o processo de candidatura, em 2009, o Comitê Organizador do Rio vem recebendo a ajuda e aprendendo lições com a equipe de Coe.

– A razão pela qual estamos aqui é porque somos amigos (referindo-se a Carlos Arthur Nuzman), uma amizade duradoura feita através do esporte e que é uma ponte criada entre as cidades para tantas outras coisas. A escolha do Brasil para receber os Jogos de 2016 foi certa. E quero parabenizar pelo progresso, porque não é fácil organizar os Jogos. Eu sei disso. Nós estamos a 130 dias da cerimônia de abertura, o que é equivalente a 18 segundas-feiras e ainda há muito a ser feito até lá. O que posso garantir é que seus atletas vão estar competindo em estádios cheios, diante de pessoas vibrantes e barulhentas.

sebastian coe Kaio Marcio nuzman maria lenk (Foto: Reuters)Sebastian Coe conversa com o nadador Kaio Marcio e com Nuzman no Maria Lenk (Foto: Reuters)

Além de lembrar que a delegação brasileira irá treinar no Crystal Palace, local que também serviu de CT para ele nos tempos de atleta, o presidente do LOCOG ressaltou que Londres quer usar o evento para transformar o cenário urbano, mas também para transformar vidas e envolver o maior número de pessoas com o esporte.

– Desde o início queríamos Jogos sustentáveis e feitos de maneira responsável. Por isso, 70% das instalações já eram existentes. Só iríamos construir se pudéssemos ter o compromisso de manutenção e uso depois. Temos um programa de eventos para a próxima década. Durante esse tempo, iremos receber nas arenas vários mundiais como o de atletismo, campeonatos de hóquei e de natação. Só não vamos receber o futebol porque o Mundial já é de vocês, em 2014. As instalações estarão prontas para o uso da comunidade local e também estamos desenvolvendo programas esportivos em 24 mil escolas.

Sobre  a questão do orçamento, Sebastian Coe disse que segue dentro do previsto em 2005, com 9,3 bilhões de libras (cerca de R$ 26,6 bilhões) para a infraestrutura e 2 bilhões (cerca de R$ 5,7 bilhões) para planejamento e operações. Neste mês, o parlamento inglês apontou que haveria um estouro nos gastos devido ao incremento na área de segurança. Perguntado sobre a possibilidade de um caos nos aeroportos, sinalizado pelas companhias aéreas, Coe garantiu que não haverá problemas e que o aeroporto de Heathrow receberá uma construção temporária para o transporte de cargas.

– O orçamento está em boa forma. Estamos realizando os Jogos num período turbulento da economia mundial e mantendo o orçamento equilibrado.

sebastian coe Marcio nuzman   (Foto: Reuters)

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo