Timão inicia batalha pela América na última oportunidade da ‘era Ronaldo’

26 de janeiro de 2011 - 12:18 | Postado por:

A história começa a escrever, nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, o que pode ser o mais importante capítulo da passagem de Roberto Carlos e Ronaldo pelo Corinthians. Depois de um último treino debaixo de um forte temporal, chegou a hora de a dupla fazer chover. Idolatrados no mundo todo, os pentacampeões têm a última chance na carreira de inscreverem, para sempre, seu nome na história corintiana. Não há mais espaço para erros, já que ambos devem pendurar as chuteiras em dezembro. Depois do fracasso de 2010, o Timão dá o pontapé inicial na Taça Libertadores pressionado pela torcida, ávida pela inédita conquista, e por ainda não ter jogado bem no ano. O adversário é o pouco conhecido Deportes Tolima-COL, azarão na briga por uma vaga na fase de grupos.

Mais do que a eterna cobrança para vencer a competição sul-americana, o Corinthians convive também com a desconfiança. A diretoria não conseguiu os reforços de peso que prometeu e, de quebra, perdeu peças importantes, como o zagueiro e capitão William, aposentado, e o motorzinho do meio de campo Elias, vendido ao Atlético de Madri, da Espanha. Para piorar, o rendimento alvinegro no Campeonato Paulista não é nada animador. São dois empates e uma vitória, com atuações bem distantes do que imagina a Fiel (confira o preço dos ingressos).

A seu favor, o Corinthians conta com um elenco que joga junto há um bom tempo e tem experiência no torneio. Na última edição da Libertadores, o time fez a melhor campanha de toda a primeira fase, mas acabou eliminado logo nas oitavas de final pelo Flamengo. A eliminação precoce na competição não abalou a equipe, que foi bem no Brasileiro. O Alvinegro lutou pelo título até a última rodada, mas terminou em terceiro e teve que jogar a primeira fase da Libertadores, que precede à de grupos.

O Tolima não põe medo, mas é encarado como uma incógnita. O clube se classificou como aquele que mais somou pontos entre os torneios Clausura e Apertura, porém, não ficou com o título. O elenco é modesto e sem jogadores conhecidos. Rodrigo Marangoni, estrela do time nos últimos anos, enfraqueceu o elenco com sua ida para o Barcelona-EQU. A aposta agora é em Wilder Medina, artilheiro do último Campeonato Colombiano, com 16 gols.

O segundo duelo está marcado para o dia 2 de fevereiro, em Ibagué. O vencedor deste confronto pegará uma chave nada agradável. O Grupo 7 é visto como o da morte pelos clubes e tem já garantidos o Estudiantes-ARG, Cruzeiro e Guaraní-PAR.

O chileno Enrique Osses apita a partida. Ele será auxiliado pelos compatriotas por Patricio Basualto e Sergio Román. A Rede Globo transmite a partida para os estados de SP, TO e MS. O GLOBOESPORTE.COM acompanha, em Tempo Real.

header o que esta em jogo

Corinthians: como disse o lateral-esquerdo Roberto Carlos, é o momento de atropelar o adversário. O Timão precisa abrir uma boa vantagem para jogar mais tranquilo na Colômbia. Uma vitória por alguns gols de diferença praticamente garante a classificação corintiana.

Tolima: os colombianos buscam o caminho inverso. A hora é de segurar a força corintiana e levar para Ibagué um empate. Até mesmo uma derrota por um gol de diferença é bem vista pelos jogadores, principalmente por confiarem em suas atuações como mandantes.

header as escalações 2

Corinthians: Tite vai mandar a campo a força máxima do Timão. O lateral-direito Alessandro, recuperado de uma catapora, retorna à equipe na vaga de Moacir, que sofreu uma lesão na coxa direita no último domingo. O Alvinegro atuará no esquema mais vitorioso da era Mano Menezes, o 4-3-3. A escalação: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei e Bruno César; Dentinho, Ronaldo e Jorge Henrique.

Tolima: Hernán Torres não deve apresentar grandes novidades na equipe colombiana depois de alguns jogos na pré-temporada. O esquema tático será mais cauteloso, contudo, sempre visando os espaços nas costas dos laterais. A formação: Silva; Vallejo, Julian Hurtado, Arrechea e Noguera; Chara, Bolívar, John Hurtado, Castillo e Murillo; Medina.

header fique de olho 2

Corinthians: Ronaldo promete que a última temporada como jogador profissional será em alta. Apesar de duas atuações apenas regulares contra Portuguesa e Noroeste, o Fenômeno conta com um histórico de dar inveja a qualquer um. É o maior artilheiro da história das Copas do Mundo em ação.

Tolima: Medina é a grande arma dos colombianos. Veloz e com muito boa movimentação, o atacante de 29 anos fez sucesso na última temporada, anotando 16 gols e sendo artilheiro máximo do campeonato local. Única peça no ataque, ele promete infernizar Chicão e Leandro Castán com muita velocidade.

header o que eles disseram

Tite, técnico do Corinthians: “Temos que tirar alguma vantagem do jogo. Vencer e não tomar gol, melhor. Essa partida tem um caráter decisivo de 180 minutos. Conquistar uma boa vantagem com um bom desempenho é fundamental”.

Hernán Torres, técnico do Tolima: “Temos que jogar. Ninguém vence antes disso. Respeitamos muito o Corinthians, que tem uma história muito grande no futebol, mas também queremos a classificação”.

header números e curiosidades

* Corinthians e Tolima se enfrentam pela primeira vez pela Taça Libertadores da América. O Timão disputa a competição continental pela nona vez e apenas pela segunda de forma consecutiva (a outra foi em 99 e 2000). Já o Tolima acumula cinco participações.

* O Timão participou das Libertadores em 77 (eliminado na primeira fase); 91 (eliminado nas oitavas de final pelo Boca Juniors); 96 (eliminado nas quartas pelo Grêmio); 99 (eliminado pelo Palmeiras nas quartas); 2000 (novamente eliminado pelo Palmeiras, nas semifinais); 2003 e 2006, sendo eliminado pelo River Plate nas 8º de final em ambas as oportunidades, e 2010 quando caiu diante do Flamengo nas oitavas. O São Paulo, com 15 participações, é a equipe brasileira que mais disputou a Taça Libertadores.

* Esta é a quinta vez que o Corinthians enfrenta um adversário colombiano pela Libertadores. Em 2006, o Timão pegou duas vezes o Deportivo Cali, vencendo os dois jogos, por 1 a 0, na Colômbia, gol de Ricardinho, e 3 a 0, em São Paulo, gols de Marcus Vinicius, Tévez e Nilmar. Ano passado, o Timão empatou com o Independiente Medellín (1 a 1), em Bogotá, e venceu por 1 a 0, em São Paulo. Entre todos os países com representantes na Libertadores, o Corinthians somente não cruzou com adversários de Venezuela e Peru.

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo