Um ano após estreia diante dos EUA, Mano tem desafio contra a Alemanha

6 de agosto de 2011 - 09:45 | Postado por:

O dia 10 de agosto é marcante na vida de Mano Menezes. Foi nesta data que o treinador estreou no comando da Seleção Brasileira, em 2010, no confronto diante dos Estados Unidos. Na ocasião, triunfo por 2 a 0, em Nova Jérsei, com gols de Neymar e Alexandre Pato. Agora, um ano depois, o mesmo dia 10 de agosto surge na carreira do treinador. Desta vez, diante de um novo rival, mais forte tecnicamente do que os americanos. Na próxima quarta-feira, em Stuttgart, o time canarinho vai encarar a Alemanha de Joachim Löw. E do elenco do primeiro duelo, há 12 meses, apenas dez estiveram na terra do Tio Sam.

Da primeira partida, no ano passado, até o duelo diante dos alemães, o goleiro Victor, os laterais Daniel Alves e André Santos, os zagueiros David Luiz e Thiago Silva, o volante Ramires, o meia Paulo Henrique Ganso, e os atacantes Robinho, Neymar e Alexandre Pato estiveram presentes. Dos dez, todos iniciaram a partida contra os Estados Unidos entre os titulares. Lucas Leiva, que irá cumprir suspensão por ter sido expulso diante do Paraguai, em La Plata, pela Copa América, completou a equipe do primeiro confronto da era Mano Menezes.

Dos remanescentes da primeira convocação para o jogo em Nova Jérsei, a tendência é que apenas três não sejam titulares na Alemanha. Victor, Daniel Alves e David Luiz se tornaram opções de Mano para as vagas de Julio César, Maicon, que ganhou a titularidade na Copa América, e Lúcio. O restante do grupo é o mesmo do duelo diante dos Estados Unidos. Daquele primeiro grupo do treinador, nomes como Diego Tardelli, que na época era do Atlético-MG e hoje está no Anzhi, time de Roberto Carlos, e Ederson, do Lyon, dificilmente terão uma nova oportunidade.

Por outro lado, a primeira lista de Mano Menezes em 2010 tinha nomes de atletas que podem ser aproveitados nos Jogos Olimpicos de Londres, em 2012. São os casos do goleiro Renan, ex-Avaí e hoje no Corinthians, do lateral-direito Rafael, do Manchester United, e do atacante André, que na época defendia o Santos, rodou por Dínamo de Kiev e Bordeaux, e atualmente está no Atlético-MG. O volante Sandro, que se recupera de uma cirurgia no joelho esquerdo, é outro nome certo nas listas do comandante canarinho.

O lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, é um caso à parte nas listas de Mano. Ele ficou fora da semana de treinos da Seleção em Barcelona, na segunda lista do treinador, alegando uma lesão. Porém, no dia seguinte treinou pelo Real Madrid. Posteriormente, antes do amistoso diante da Escócia, o jogador não participou do duelo em Londres reclamando um problema na costela. Algumas semanas depois, ele respondeu algumas declarações do comandante e, desde então, está fora das convocações do técnico.

AMISTOSO EUA (10/08/2010)
AMISTOSO ALEMANHA (10/08/2011)
GOLEIROS
GOLEIROS
Victor (Grêmio)
Jefferson (Botafogo)
Renan (Avaí)
Julio César (Inter de Milão)
Victor (Grêmio)
LATERAIS
LATERAIS
Daniel Alves (Barcelona)
Rafael (Manchester United)
André Santos (Fenerbahçe)
Marcelo (Real Madrid)
Maicon (Inter de Milão)
Daniel Alves (Barcelona)
André Santos (Fenerbahçe)
ZAGUEIROS
ZAGUEIROS
David Luiz (Chelsea)
Thiago Silva (Milan)

Rever (Atlético-MG)
Henrique (Racing Santander)
Lúcio (Inter de Milão)
Thiago Silva (Milan)
David Luiz (Chelsea)

Dedé (Vasco)
VOLANTES
VOLANTES
Lucas Leiva (Liverpool)
Ramires (Benfica)
Hernanes (São Paulo)
Jucilei (Corinthians)
Ramires (Chelsea)
Elias (Atlético de Madri)
Ralf (Corinthians)
Luís Gustavo (Bayern de Munique)
MEIAS MEIAS
Paulo Henrique Ganso (Santos)
Ederson (Lyon)
Carlos Eduardo (Hoffeinheim)
Paulo Henrique Ganso (Santos)
Lucas (São Paulo)
Renato Augusto (Bayer Leverkusen)
Fernandinho (Shakhtar Donetsk)
ATACANTES ATACANTES
Alexandre Pato (Milan)
André (Santos)
Diego Tardelli (Atlético-MG)
Robinho (Santos)
Neymar (Santos)
Alexandre Pato (Milan)
Fred (Fluminense)
Jonas (Valencia)
Robinho (Milan)
Neymar (Santos)

Dos dez jogadores da primeira lista de Mano Menezes, cinco estiveram em todas as nove convocações do comandante até aqui. São eles: os laterais Daniel Alves e André Santos, os zagueiros David Luiz e Thiago Silva e o volante Ramires. Dos outros cinco, os atacantes Alexandre Pato e Robinho ficaram fora apenas uma vez. E o Paulo Henrique Ganso foi o menos chamado pelo comandante, justamente por ter passado por duas lesões sérias, uma no joelho e outra na coxa. Foram apenas três vezes.

O próprio treinador admite que o Brasil entra em uma nova fase de preparação visando à Copa do Mundo de 2014. E o primeiro passo é o duelo diante da Alemanha. Se o trabalho de 2010 culminou na eliminação nas quartas de final da Copa América. O de 2011 vai encerrar nas Olimpíadas de 2012, em Londres. Resta saber se com um final feliz, bem diferente daquele visto no território argentino, na queda diante do Paraguai.

– É uma nova etapa do nosso trabalho. Temos que continuar melhorando, acelerando o processo porque precisamos queimar algumas etapas, e isso traz um risco maior – disse.

Confira abaixo os doze compromissos do primeiro ano da era Mano:

Brasil 2 x 0 Estados Unidos – Nova Jérsei (Gols: Alexandre Pato e Neymar)
Brasil 3 x 0 Irã – Abu Dhabi (Gols: Daniel Alves, Alexandre Pato e Nilmar)
Brasil 2 x 0 Ucrânia – Derby, na Inglaterra (Gols: Daniel Alves e Alexandre Pato)
Brasil 0 x 1 Argentina – Doha, no Qatar
Brasil 0 x 1 França – Paris
Brasil 2 x 0 Escócia – Londres (Gols: Neymar, duas vezes)
Brasil 0 x 0 Holanda – Goiânia
Brasil 1 x 0 Romênia – São Paulo (Gol: Fred)
Brasil 0 x 0 Venezuela – La Plata, Argentina
Brasil 2 x 2 Paraguai – Córdoba, Argentina (Gols: Jadson e Fred)
Brasil 4 x 2 Equador – Córdoba, Argentina (Gols: Neymar, duas vezes, Pato, duas vezes)
Brasil 0 x 0 Paraguai – La Plata, Argentina

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo