Servidores suspeitos de fraudes em CNH podem ser exonerados

8 de dezembro de 2018 - 11:17 | Postado por:

Instrutores e auto escolas também podem ser descredenciados

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) afastou os servidores envolvidos no suposto esquema de “comércio” de provas para Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Eles ainda responderão a Procedimentos Administrativos Disciplinares (PAD), que, caso sejam comprovadas as irregularidades, poderão ser penalizados, inclusive, com exoneração.

Na última quarta-feira, a Delegacia Fazendária prendeu 25 pessoas na “Operação Mão Dupla”, que investiga um “balcão de negócios” no Detran, envolvendo servidores, instrutores e responsáveis por auto escolas.

Em relação às empresas credenciadas junto ao órgão, o Detran, assim que notificado formalmente, deverá instruir procedimento administrativo para apurar as denúncias. Em caso de comprovação das supostas fraudes, os profissionais e Centros de Formação de Condutores (CFCs) envolvidos serão descredenciados e impedidos de realizar novo credenciamento por até cinco anos, conforme rege a lei.

Suspensão dos exames

Como alguns dos envolvidos no suposto esquema faziam parte da banca de examinadores dos exames práticos de direção veicular, as provas que seriam realizadas nesta quarta-feira foram suspensas em todo o Estado. No total, 230 exames para obtenção de CNH para carro e moto foram suspensos.

O Detran informa que nenhum candidato será prejudicado e os exames, em Cuiabá, serão realizados nesta quinta-feira (06.12). No interior, as escalas serão remanejadas e as provas remarcadas, sem prejuízo aos candidatos.

Denúncia

Segundo o Detran, a operação teve início após informações que partiram do próprioórgão. As denúncias se referem a um esquema de fraudes no trâmite para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

http://www.folhamax.com/politica/servidores-suspeitos-de-fraudes-em-cnh-podem-ser-exonerados/188989

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo