Com Datena candidato, Band “acaba” com programa e mexe na grade

27 de junho de 2018 - 21:51 | Postado por:

Com o anúncio da pré-candidatura de José Luiz Datena (DEM) ao Senado se aproximando – sim, o jornalista decidiu topar o desafio e concorrer às eleições de outubro, em comunicado a ser feito nesta quinta-feira (28) a partir das 12h –, a Band terá que mexer em sua programação dominical novamente.

Com o “fim” do “Agora é com Datena” como conhecemos, o canal do Morumbi vai apostar no “Caixa de Talentos” como fio condutor do novo… “Agora é com Datena”. O título contará com um “novo” apresentador, o filho do homem, Joel Datena, tal e qual no “Brasil Urgente”, e manterá sua duração.

Inicialmente, cogitou-se acabar com o semanal, apostando no quadro como programa solo. Para tal, duas opções de grade foram pensadas: 1) “Caixa de Talentos” às 16h, com “Show do Esporte” às 18h, “Só Risos” às 20h e “Domingo no Cinema” às 22h; 2) o quadro às 18h, com Milton Neves (20h) e a sessão de filmes (22h) mantidos onde estão. Em ambos os cenários, o formato seria antecedido por tapa-buracos (filmes, séries e documentários). No fim das contas, prevaleceu a decisão de manter tudo como está.

Mas e a lei eleitoral? Poderá a Band manter o título “Agora é com Datena” com o âncora deste candidato? O jurídico da emissora vai bater na tecla de que pai e filho são Datenas, logo… Todavia, essa estratégia pode ser revista em caso de determinação judicial e o plano inicial retomado, com Joel contando com um suporte feminino.

A transformação do “Caixa de Talentos” em programa solo, em formato que beberá da fonte do “Dez ou Mil”, do Ratinho, foi adiantada pelo RD1 no último dia 10 de junho, só que em um cenário diferente, no qual o “Agora é com Datena” ficaria com quatro horas aos domingos, espelhando-se no “Domingo Show”, de Geraldo Luís, e o quadro, ao lado de “A Fuga”, seria transformado em atração independente. O plano foi abortado com a pré-candidatura do apresentador, líder nas pesquisas para o Senado.

Aliás, o “Caixa de Talentos” será viabilizado por contar com um apoio comercial de peso, a Caixa Econômica Federal. Quanto à Polishop, patrocinadora de “A Fuga”, a Band dará uma compensação a mesma, isto é, deslocará seus anúncios para programas e horários de maior audiência. A Ultrafarma segue no projeto dominical.

Nas Urnas

A decisão de José Luiz Datena de concorrer ao pleito de outubro, na chapa que possivelmente terá João Doria (PSDB) candidato ao governo de São Paulo e Rodrigo Garcia (DEM) candidato a vice-governador, contou, além de familiares e amigos, com um apoio de peso, Johnny Saad, a quem o apresentador chama de “grande mentor” nos bastidores, como também adiantou este site – o termo foi utilizado pelo jornalista durante seu programa de rádio nesta quarta-feira (27).

Em uma reunião há cerca de três meses, na ocasião das primeiras pesquisas com Datena liderando o cenário para o Senado, o dono da Band sugeriu ao funcionário que este deveria concorrer ao Palácio dos Bandeirantes, dada a sua capilaridade eleitoral, sempre acima dos 30%. Agora, porém, a disputa presidencial é vista como plano A.

Uma pesquisa do Instituto GPP repassada ao comando do DEM nesta terça-feira (26) mostra que o pré-candidato do partido ao Palácio do Planalto, deputado Rodrigo Maia (RJ), salta de 1% para 8% quando carrega consigo Datena como candidato a vice-presidente da República. O número é suficiente para colocar a dupla demista à frente de Geraldo Alckmin (PSDB) e batendo cabeça com Ciro Gomes (PDT), atrás apenas de Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSL). O presidente da Câmara, porém, deve anunciar sua desistência, abrindo caminho para outras “possibilidades”.

https://rd1.com.br/com-datena-candidato-band-acaba-com-programa-e-lanca-nova-grade/

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo