Polícias Civil e Militar realizam ‘Operação Saturação’ em Alto Araguaia; cinco são presos

1 de outubro de 2017 - 01:02 | Postado por:

Em continuidade às ações de prevenção e repressão à criminalidade, as polícias Civil e Militar do município de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá) realizaram, nesta sexta-feira (29), mais uma ação de Operação Saturação que se prolongou pela madrugada em diversos bairros e localidades da cidade.

A ação surpresa envolveu ao menos 30 policiais da Delegacia Municipal de Polícia Civil, do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) e do 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Durante a operação foram feitas revistas a pessoas em pontos estratégicos da cidade e incursões em diversos bairros.

O delegado de Polícia Civil, Carlos Roberto Moreira de Oliveira, destacou que o foco das ações é a redução dos índices criminais, especialmente dos furtos, homicídios e tráfico de drogas. “Essas ações são importantes para aumentar a sensação de segurança da população e inibir possíveis práticas criminosas. Os resultados até aqui são positivos no combate a criminalidade. Continuaremos atuando fortemente na repressão ao crime em Alto Araguaia, que tem a particularidade de ser cortada pela BR-364”, disse.

Barreiras e bloqueios com a checagem de documentos pessoais e dos veículos também foram feitas durante a Operação Saturação em Alto Araguaia.

Dados preliminares da Operação Saturação são de que cinco pessoas foram presas, sendo quatro por tráfico de drogas e uma por embriagues ao volante . O policiais cumpriram mandato de prisão temporária contra Fernando Arce do Amaral, 19 anos, suspeito de homicídio contra a vítima conhecida como Itamar, o Mineiro, e por latrocínio. Os crimes ocorreram em Rondonópolis.

Resultados

As ações conjuntas desenvolvidas pelas polícias Civil e Militar tem resultado na redução dos registros de roubo na cidade. Nenhuma ocorrência nesta categoria de crime foi registrada no mês de julho.

De janeiro a junho foram 27 roubos registrados, sendo que no mês de junho foram apenas dois casos e em julho, índice zero de registro. Os furtos se mantiveram estáveis, na média de 22 ocorrências ao mês. Os homicídios tiveram oito registros, sendo que nos meses de abril, maio, junho e julho não houve assassinatos. A Polícia Civil investiga os casos.

Fonte: AIA3

Deixe um comentário

© Copyright 2016 TV Taquari Rede Record. Política de Privacidade.
Desenvolvido por: Agência Camargo